Pesquisar este blog

sábado, 10 de abril de 2021

CORONAVÍRUS NO BRASIL, EM 10/04/2021

Segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, nas últimas 24 horas, foram registradas 2.535 mortes, ontem 3.693. De ontem para hoje foram diagnosticadas 93.317 de novos casos da doença, ontem 89.293. O total de óbitos é de 351.334, ontem 348.718 
e de contaminados, 13.400.000, desde o início da pandemia, dos quais 11.800.000 são considerados recuperados

O Brasil tem atualmente o pior quadro da pandemia em todo o mundo. Desde 09/03 que aqui registra o maior número de mortes do mundo e o segundo colocado não anota 1 mil óbitos, enquanto aqui já se passaram 80 dias com mais de 1 mil vítimas diariamente. 

Segundo dados da Secretaria da Saúde, nas últimas 24 horas, na Bahia, foram registradas 98 mortes, ontem 115, além de 3.213, ontem 4.283 casos da Covid-19; registrados 16.445 óbitos, ontem 16.347 e 835.962, ontem 832.479 de casos confirmados desde o início da pandemia. São considerados recuperados 805.347 e encontram-se ativos 14.170, ontem 14.464, nas últimas 24 horas

 

ADIADO VOO DO HELICÓPTERO INGENUITY

Imagem de Marte

O primeiro voo do helicóptero Ingenuity, em Marte, que se daria amanhã, domingo, 11/04, foi adiado. Inicialmente, a nova data é quarta  feira, 14/04. O Laboratório de Propulsão a Jato, da Nasa, justificou o adiamento com dados recebidos na sexta feira, 09/04. "Durante o teste de giro em alta velocidade dos rotores, a sequência de comando que controlava o teste terminou mais cedo, devido a uma expiração do timer "watchdog". Isso aconteceu quando ele tentava fazer a transição do computador, de "pré-voo" para "modo de voo". "Watchdog é um cronômetro que supervisiona a sequência de comandos, alertando para quaisquer problemas potencias. Ele confere segurança ao sistema, não prosseguindo se um possível erro for observado". 

O objetivo do Ingenuity será para demonstrar a possibilidade de voar no ar rarefeito e para isso as hélices terão de girar em atmosfera que tem 1% da densidade do ar terrestre no nível do mar. Isso compreende a voar em altura de mais de 30 mil metros em nosso planeta.  



Nasa adia primeiro voo do helicóptero Ingenuity em Marte; conheça o motivo

Imagem do helicóptero Ingenuity na superfície de Marte feita pelo rover Perseverance - Nasa/JPL-Caltech
Imagem do helicóptero Ingenuity na superfície de Marte feita pelo rover Perseverance Imagem: Nasa/JPL-Caltech


Primeira foto enviada pelo robô Perseverance ao pousar em Marte - Nasa

1 / 32

18 de fevereiro de 2021: primeira foto enviada pela sonda Perseverance ao pousar em Marte

Leia mais 
Nasa 
Robô Perseverance quando estava pousando em Marte, visto do foguete que auxiliou em sua descida - Nasa

2 / 32

18 de fevereiro de 2021: sonda Perseverance ao pousar em Marte, do ponto de vista do foguete que ajudou em sua descida

Nasa 
Nesta imagem, o rover Perserverance se prepara para pousar em solo marciano - Divulgação/Nasa

3 / 32

18 de fevereiro de 2021: Nesta imagem, o rover Perserverance se prepara para pousar em solo marciano

Divulgação/Nasa 
Este registro mostra uma das rodas do Perseverance em Marte - Nasa

4 / 32

18 de fevereiro de 2021: este registro mostra uma das rodas do Perseverance em Marte

Nasa 
Perseverance descendo para a cratera Jazero, em Marte, com a ajuda de um paraquedas - Nasa/JPL-Caltech/Universidade do Arizona

5 / 32

18 de fevereiro de 2021: Perseverance desce para a cratera Jazero, em Marte, com a ajuda de um paraquedas

Nasa/JPL-Caltech/Universidade do Arizona 
Dez minutos antes do pouso, o rover se livrou da nave que o carregava, virando uma espécie de "disco voador" - Divulgação/Nasa

6 / 32

18 de fevereiro de 2021: Dez minutos antes do pouso, o rover se livrou da nave que o carregava, virando uma espécie de "disco voador"

Leia mais 
Divulgação/Nasa 
Antes do pousar, o rover liberou um paraquedas supersônico para diminuir a velocidade da descida - Divulgação/Nasa

7 / 32

18 de fevereiro de 2021: Antes do pousar, o rover liberou um paraquedas supersônico para diminuir a velocidade da descida

Divulgação/Nasa 
Antes do pousar, o rover liberou um paraquedas supersônico para diminuir a velocidade da descida - Divulgação/Nasa

8 / 32

18 de fevereiro de 2021: Antes do pousar, o rover liberou um paraquedas supersônico para diminuir a velocidade da descida

Divulgação/Nasa 
Uma das primeiras imagens coloridas enviadas pela Perseverance de Marte - Nasa

9 / 32

19 de fevereiro de 2021: Uma das primeiras imagens coloridas enviadas pela Perseverance de Marte

Leia mais 
Nasa 
Imagens do solo de Marte feitas pelo Perseverance - Divulgação/Nasa

10 / 32

Imagens do solo de Marte feitas pelo Perseverance

Divulgação/Nasa 
Este registro mostra uma das rodas do Perseverance em Marte - Divulgação/Nasa

11 / 32

20 de fevereiro de 2021: Este registro mostra uma das rodas do Perseverance em Marte

Divulgação/Nasa 
Esta imagem foi selecionada por voto popular e apresentada como 'Imagem da Semana' na segunda semana da missão do Perseverance - Nasa/JPL-Caltech/ASU

12 / 32

20 de fevereiro de 2021: esta imagem foi selecionada por voto popular e apresentada como 'Imagem da Semana' na segunda semana da missão do Perseverance

Nasa/JPL-Caltech/ASU 
O Perseverance pousou na cratera Jezero, de 40km de diâmetro e 500m de profundidade - Divulgação/Nasa

13 / 32

22 de fevereiro de 2021: Perseverance fotografa o solo na cratera Jezero, de 40 km de diâmetro e 500 m de profundidade

Divulgação/Nasa 
O Perseverance pousou na cratera Jezero, de 40km de diâmetro e 500m de profundidade - Divulgação/Nasa

14 / 32

22 de fevereiro de 2021: Perseverance fotografa detalhe do solo da cratera Jezero, de 40 km de diâmetro e 500 m de profundidade

Divulgação/Nasa 
Perseverance retratando Jezero durante a descida. O robô pousou no centro esquerdo desta imagem - Nasa/JPL-Caltech

15 / 32

22 de fevereiro de 2021: Perseverance fotografa detalhe do solo da cratera Jezero, de 40 km de diâmetro e 500 m de profundidade

Nasa/JPL-Caltech 
O rover possui 19 câmeras de alta definição em sua estrutura, que nos mostra uma visão de cima, de baixo e dos lados, inclusive da sua própria estrutura - Divulgação/Nasa

16 / 32

22 de fevereiro: O rover possui 19 câmeras de alta definição em sua estrutura, que nos mostra uma visão de cima, de baixo e dos lados, inclusive da sua própria estrutura

Divulgação/Nasa 
O rover possui 19 câmeras de alta definição em sua estrutura, que nos mostra uma visão de cima, de baixo e dos lados, inclusive da sua própria estrutura - Divulgação/Nasa

17 / 32

22 de fevereiro: O rover possui 19 câmeras de alta definição em sua estrutura, que nos mostra uma visão de cima, de baixo e dos lados, inclusive da sua própria estrutura

Divulgação/Nasa 
Uma das câmeras do rover registra imagens da parte lateral do veículo - Divulgação/Nasa

18 / 32

Uma das câmeras do rover registra imagens da parte lateral do veículo

Divulgação/Nasa 
O rover tem 19 câmeras de alta definição que mostram inclusive detalhes da sua própria estrutura - Divulgação/Nasa

19 / 32

20 de fevereiro de 2021: O rover tem 19 câmeras de alta definição que mostram inclusive detalhes da sua própria estrutura

Divulgação/Nasa 
O rover tem 19 câmeras de alta definição que mostram inclusive detalhes da sua própria estrutura - Divulgação/Nasa

20 / 32

20 de fevereiro de 2021: O rover tem 19 câmeras de alta definição que mostram inclusive detalhes da sua própria estrutura

Divulgação/Nasa 
O rover tem 19 câmeras de alta definição que mostram inclusive detalhes da sua própria estrutura - Divulgação/Nasa

21 / 32

20 de fevereiro de 2021: O rover tem 19 câmeras de alta definição que mostram inclusive detalhes da sua própria estrutura

Divulgação/Nasa 
Perseverance em seu local de pouso, seis dias após a aterrissagem - NASA/JPL-CALTECH/UARIZONA

22 / 32

24 de fevereiro de 2021: Perseverance em seu local de pouso, seis dias após a aterrissagem

NASA/JPL-CALTECH/UARIZONA 
Um detalhe tirado do topo da foto panorâmica mostra a borda da Cratera de Jezero, o local de pouso do Perseverance. A borda fica a vários quilômetros de distância - Nasa/JPL-Caltech/ASU/MSS

23 / 32

24 de fevereiro de 2021: Um detalhe tirado do topo da foto panorâmica mostra a borda da Cratera de Jezero, o local de pouso do Perseverance. A borda fica a vários quilômetros de distância

Nasa/JPL-Caltech/ASU/MSS 
Imagem do robô Perseverance em Marte - Nasa/JPL-Caltech

24 / 32

Foto de Marte tirada pela sonda Perseverance

Nasa/JPL-Caltech 
O 'olho direito' do Mastcam-Z ampliou o que é provavelmente uma seção do antigo delta em Jezero que ficou isolado da formação principal como resultado da erosão - Nasa/JPL-Caltech/ASU

25 / 32

5 de março de 2021: O 'olho direito' do Mastcam-Z, uma das câmeras da sonda Perseverance, ampliou o que é provavelmente uma seção do antigo delta da cratera de Jezero, que ficou isolado da formação principal como resultado da erosão em Marte

Nasa/JPL-Caltech/ASU 
Primeira visão do Ingenuity foi divulgada no dia 21 de março, em foto que mostra que o Perseverance desprendeu uma tampa que protegia o mini-helicóptero, que até então viajava preso à ?barriga? do rover - NASA/JPL-Caltech/MSSS

26 / 32

21 de março de 2021: Primeira visão do Ingenuity foi divulgada. A foto mostra que o Perseverance desprendeu uma tampa que protegia o mini-helicóptero, que até então viajava preso à "barriga" do rover

NASA/JPL-Caltech/MSSS 
A foto, tirada antes da missão, mostra duas "tattoos" dentro da roda dianteira esquerda da Perseverance - uma representa os rastros que o rover deixa, e a outra mostra os padrões torcidos em forma de DNA. Os símbolos representam o impulso fundamental da humanidade para inventar as ferramentas para a exploração e servem como um lembrete de que os robôs espaciais são de origem humana, segundo a Nasa - NASA/JPL-Caltech

27 / 32

4 de abril de 2021: A foto, tirada antes da missão mas divulgada em abril, mostra as "tattoos" da roda dianteira esquerda da Perseverance. Uma representa os rastros que o rover deixa, e a outra mostra os padrões torcidos em forma de DNA. Os símbolos representam o impulso da humanidade para inventar ferramentas para a exploração e servem como lembrete de que os robôs espaciais são de origem humana

NASA/JPL-Caltech 
Perseverance solta o helicóptero Ingenuity, que sobrevoará o céu de Marte - Nasa

28 / 32

3 de abril de 2021: o mini-helicóptero Ingenuity chegou a Marte acoplado na parte inferior do rover Perseverance. Neste dia, ele se separou do veículo e teve seu primeiro contato com o Planeta Vermelho. "Pouso confirmado do helicóptero de Marte!", tuitou o laboratório da Nasa

Nasa 
Esta é a primeira foto colorida tirada pela Ingenuity na superfície de Marte, tirada no dia 3 de abril. É uma imagem de baixa resolução do fundo da cratera Jezero, e uma parte das duas rodas do Perseverance - NASA/JPL-Caltech

29 / 32

3 de abril de 2021: esta é a primeira foto colorida tirada pela Ingenuity na superfície de Marte. É uma imagem de baixa resolução do fundo da cratera Jezero, e uma parte das duas rodas do Perseverance

NASA/JPL-Caltech 
Registro feito pela Perseverance no início de abril mostra o que parece ser um arco-íris em Marte - o que seria impossível, uma vez que a fina atmosfera do planeta não possui nuvens com gotas d'água para permitir o fenômeno. Segundo uma explicação do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da Nasa ao site "Futurism", ele foi provocado por reflexo da câmera - NASA/JPL-Caltech

30 / 32

4 de abril de 2021: Registro feito pela Perseverance no início de abril mostra o que parece ser um arco-íris em Marte - o que seria impossível, uma vez que a fina atmosfera do planeta não possui nuvens com gotas d'água para permitir o fenômeno. Segundo uma explicação do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da Nasa ao site "Futurism", ele foi provocado por reflexo da câmera

Leia mais 
NASA/JPL-Caltech 
6 de abril de 2021: Perseverance tirou esta imagem usando sua câmera Sherloc Watson, localizada na torre no final do braço robótico do rover. A foto mostra o mastro de sensoriamento remoto do Perseverance, que é basicamente a "cabeça" da sonda, pois guarda muitas de suas câmeras e instrumentos científicos - Divulgação/Nasa

31 / 32

6 de abril de 2021: Perseverance tirou esta imagem usando sua câmera Sherloc Watson, localizada na torre no final do braço robótico do rover. A foto mostra o mastro de sensoriamento remoto do Perseverance, que é basicamente a "cabeça" da sonda, pois guarda muitas de suas câmeras e instrumentos científicos

Divulgação/Nasa 
7 de abril de 2021: Perseverance tirou esta imagem usando sua câmera Sherloc Watson, localizada na torre no final do braço robótico do rover. A foto mostra o mastro de sensoriamento remoto do Perseverance, que é basicamente a "cabeça" da sonda, pois guarda muitas de suas câmeras e instrumentos científicos - Divulgação/Nasa

32 / 32

7 de abril de 2021: Perseverance tirou esta imagem usando sua câmera Sherloc Watson, localizada na torre no final do braço robótico do rover. A foto mostra o mastro de sensoriamento remoto do Perseverance, que é basicamente a "cabeça" da sonda, pois guarda muitas de suas câmeras e instrumentos científicos

Divulgação/Nasa

COLUNA DA SEMANA

        OS JUÍZES DE ANTIGAMENTE

A carreira de magistrado perdeu muito de seu encantamento. O juiz de tempos passados sempre residia na comarca, em casas de aluguel, realizava audiências de segunda a sexta feira, integrava e participava das necessidades da comunidade. O magistrado não se envolvia em questões controversas da comarca, mas funcionava como maior conhecedor para sugerir sobre a vivência das pessoas, sempre que solicitado. O respeito ao magistrado era total, porque profundamente discreto. O juiz era um ser incomparável no seu meio, vez que tinha a dignidade que os habitantes do município esperavam dele. Por outro lado, e talvez para obter toda a reverência junto aos munícipes, mantinha uma vida sacerdotal. O juiz não frequentava certos ambientes da cidade e muito menos se dispunha a comparecer em todas as festas para as quais era convidado; ele era um ser diferente e os servidores devotavam-lhe verdadeiro amor, admiração e procuravam adivinhar sobre suas necessidades pessoais e profissionais. Isso ocorria, porque os servidores sabiam e comprovavam sobre a compreensão que o magistrado dispensava  aos seus fiéis assessores. Reinava a paz e verdadeira amizade entre o juiz e o servidor, pois um prestava assistência ao outro.   

O magistrado não interferia na política local, mantinha algum distanciamento das autoridades locais e gozava de sua respeitabilidade, mostrando sua imparcialidade e independência nas decisões, não deixando suas convicções pessoais interferir nas suas sentenças, visando principalmente garantir a integridade do sistema judicial. O magistrado de maneira geral era recatado e avessos ao protagonismo, vigente na atualidade.  

O juiz queixa-se na atualidade de sua remuneração que, realmente, não acompanhou a desvalorização da moeda, apesar de a Constituição garantir-lhe salários corrigidos. Todavia, os tempos são outros e todas as classes reclamam de seus vencimentos. Que dizer, por exemplo, dos professores! Mas, os juízes de antanho tinham uma vida mais sacrificada que os de hoje, pois a remuneração mal dava para custear suas despesas, consistentes na moradia, normalmente em casas alugadas e no transporte. Os juízes não dispunham de assessoria alguma e tinham de redigir seus despachos, suas sentenças e seus acórdãos. Com tudo isto, os juízes eram respeitados, porque honestos, humanos e não tratavam as pessoas com arrogância. 

O tempo passou e muita coisa mudou. Desde o interior até as capitais, desde o juiz da pequena comarca até a maior e mais importante Corte de Justiça, a credibilidade no magistrado despencou frente às inúmeras ocorrências que não se registravam anteriormente. Aliás, os tribunais superiores, especialmente o STF, tem contribuído para diminuir o encantamento do povo com a magistratura. 

Salvador, 09 de abril de 2021.

Antonio Pessoa Cardoso
Pessoa Cardoso Advogados.     

  

TRIBUNAL IMPEDE RESCISÃO DE CONTRATO

O Tribunal de Justiça de Goiás, através do juiz substituto Aureliano Albuquerque Amorim, em Agravo de  Instrumento, suspendeu a cobrança que uma imobiliária promovia do comprador de um imóvel, porque constatou que haveria comprometimento do patrimônio face às dificuldades financeira durante a crise da pandemia. Na 1ª instância foi negada a liminar, mas o Tribunal reformou e escreveu o relator: "Quanto ao requerimento para a suspensão da cobrança dos valores originados do contrato firmado entre as partes, em sede de análise superficial, entendo que razão assiste a recorrente, uma vez que inexiste vedação para o rompimento unilateral da avença (vide art. 473 do CC e Cláusula 3.1, alínea f do instrumento) e o comprometimento de parcela do patrimônio traz, incontestavelmente, dificuldades financeiras para a parte, no caso agravante".  

Diz mais o magistrado: "o que se percebe é que a agravante pretende rescindir a avença em razão de dificuldades financeiras, esse fato, por si só, não justifica a proteção contra eventual inadimplemento ocorrido antes desta ordem judicial, uma vez que, o princípio da boa-fé objetiva, que rege as obrigações contratuais, legitima ao credor a adoção das medidas necessárias para o recebimento de quantia que lhe é devida".     


MULHER TOSSE NO ROSTO DE OUTRA E É CONDENADA

Debra Hunter tossiu no rosto de Heather Sprague, cliente em uma loja nos Estados Unidos e o caso foi para a Justiça; o ato aconteceu em junho/2020 e a sentença proferida na quinta feira, 8/4, condenou a pena de 30 dias de prisão, além da multa de US$ 500; ela permanecerá por seis meses em liberdade condicionada, deverá participar de avaliação de saúde mental e arcará com o custo do teste de covid-19 que Sprague fez. O juiz assegurou que Hunter não se mostrou arrependida. A vítima fazia tratamento contra tumor cerebral, mas, após a ocorrência fez teste e o resultado foi negativo para coronavírus; confessou que ficou "atordoada" com a conduta de Heather que, antes de tossir, disse: "acho que vou chegar bem perto de você e tossir sobre você, que tal isso?" . 


PRESO POR 16 ANOS SEM PROCESSO

Cícero José de Meo, pedreiro, 47 anos, passou 16 anos preso sob acusação de tentativa de homicídio, contra sua companheira, em 2005; permaneceu durante todo este tempo numa penitenciária cearense, sem existir qualquer processo contra ele. O criminalista Roberto Duarte tomou ciência da situação do pedreiro através de  outro cliente que cumpriu pena na mesma unidade prisional; em um mês investigou sobre a condição processual de Cícero, mas nada foi encontrado até que requereu alvará de soltura, deferido na quinta feira, 8/4, pela juíza corregedora dos presídios, Maria Lúcia Vieira. No despacho, a magistrada afirmou que "Cícero está preso sem que seja possível aferir por qual motivo se encontra custodiado". O advogado vai ingressar com ação indenizatória contra o estado.


IGREJAS DEFENDEM PROIBIÇÃO DE CULTOS EM SP

O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs e a Arquidiocese de São Paulo defendem a proibição das celebrações religiosas, de conformidade com decreto do governo do Estado e, em confronto com a decisão do ministro de Bolsonaro Kassio Marques. Eles entendem que as celebrações podem ser efetivadas em casas até que haja condições para os cultos coletivos; asseguram que os momentos presenciais devem ser reservados para situações imprescindíveis. São Paulo tem registrado número alarmantes de mortos, pela covid-19, ontem 1.008 óbitos, perfazendo o total de 81.750 mortes; a partir de segunda feira, 12/04, vai migrar da fase emergencial para a fase vermelha.



MANCHETES DE ALGUNS JORNAIS DE HOJE, 10/04/2021

CORREIO BRAZILIENSE - BRASÍLIA/DF 

RACHADINHAS: STF NEGA RECURSO A FAVOR DE FLÁVIO BOLSONARO

JORNAL DO BRASIL - RIO DE JANEIRO/RJ

DECISÃO DE BARROSO SOBRE CPI DA COVID SEGUE CONSTITUIÇÃO, DIZEM ESPECIALISTAS

FOLHA DE SÃO PAULO - SÃO PAULO/SP

EVANGÉLICOS CIRCULAM VÍDEO EM QUE BOLSONARO PROMETE INDICAR PASTOR PARA O STF

TRIBUNA DA BAHIA - SALVADOR/BA

COM SEGUIDOS ATRASOS, GOVERNO DECIDE DEIXAR DE DIVULGAR CRONOGRAMA DE VACINAS PARA COVID

CORREIO DO POVO - PORTO ALEGRE/RS

DECRETO DO GOVERNO DO RS CONFIRMA FLEXIBILIZAÇÕES DE ATIVIDADES ECONÔMICAS

CLARIN - BUENOS AIRES/ARG

ANTELA SUBA DE CONTAGIOS
EXTIENDEN EL CIERRE DE FRONTERAS PARA TURISTAS HASTA MAYO Y SUMAN RESTRICCIONES A TRANSPORTISTAS

DIÁRIO DE NOTÍCIAS - LISBOA/PT  

INCIDÊNCIA ACUMULADA NUMA SEMANA NA ALEMANHA SUBIU PARA NÍVEIS PREOCUPANTES

sexta-feira, 9 de abril de 2021

CORONAVÍRUS NO BRASIL EM 09/04/2021

Segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, nas últimas 24 horas, foram registradas 3.693 mortes, ontem 4.190. De ontem para hoje foram diagnosticadas 93.317 de novos casos da doença, ontem 89.293. O total de óbitos é de 348.718 óbitos 
e de contaminados, 13.373.174, desde o início da pandemia, dos quais 11.791.885 são considerados recuperados e 1.232.571 estão em acompanhamento.

Segundo o consórcio de veículos da imprensa, foram vacinadas 22.686.106 pessoas, equivalente a 10,71% da população do país.

Segundo dados da Secretaria da Saúde, nas últimas 24 horas, na Bahia, foram registradas 115 mortes, ontem 76, além de 4.283 casos da Covid-19, ontem 3.451; registrados 16.347 óbitos, ontem 16.232 e 832.479 casos confirmados desde o início da pandemia, ontem 828.466. O número de casos ativos é de 14.464, ontem 13.937, nas últimas 24 horas. A taxa de ocupação caiu de 83% para 81%.



BOLSONARO DEFENDEU O STF PARA MANDAR ABRIR CPI

Em 2007, o presidente Jair Bolsonaro, na condição de deputado federal, defendeu a tese de que o STF teria de obrigar a Câmara Federal a abrir CPI para apurar o Apagão Aéreo; agora, o mesmo presidente ataca o ministro Barroso pela coerência de manter a competência da Corte no sentido de obrigar a Casa Legislativa a atender o posicionamento da minoria. Disse Bolsonaro, em entrevistaà TV Câmara, em 2007: "Eu espero que o Supremo tenha, apesar do que eu falei aqui, é o Supremo... espero que tenha uma decisão lá voltada para a razoabilidade e deixe instalar a CPI". A informação é do jornal Estado de São Paulol. 

Além de inúmeras bobagens, Bolsonaro é profundamente  incoerente!



BUTÃO, APENAS UMA MORTE POR COVID

Butão, com 778 mil habitantes, é um país localizado no extremo leste dos Himalaias, vizinho da China e Índia; é um país pobre com 23% dos habitantes abaixo do liminar de pobreza; conta com apenas 337 médicos, um dos quais o primeiro-ministro, conseguiu imunizar 62% de toda a população contra o vírus do covid-19, em apenas uma semana, com vacina doada pela Índia, além de distribuição de desinfetantes, máscaras e analgésicos. Foi decretada quarentena de 21 dias, sem permissão para ninguém entrar no país. O rei Jigme Khesar Namgyel Wangchuck destinou um fundo de assistência de 19 milhões de dólares para ajudar boa parte dos residentes afectados com a pandemia. O país registrou apenas uma morte e  887 casos da doença, desde o início da pandemia. A notícia é do jornal Diário de Notícias de Lisboa/PT. 



VULCÃO EM ERUPÇÃO

Um vulcão adormecido há 40 anos, conhecido por La Soufrière, no sul do Caribe, na ilha de São Vicente, principal ilhe do arquipélago de São Vicente e Granadinas, entrou em erupção hoje, soltando nuvens de cinzas a vários quilômetros e causando a evacuação de milhares de habitantes. A população da ilha é de 95 mil pessoas e convivia com a possibilidade da ativação do vulcão desde dezembro. A Organização Nacional de Gerenciamento de Emergências, em publicação nas redes sociais, noticiou que as cinzas alcançaram um aeroporto internacional, distante 19 quilômetros. Os cientistas informam que a erupção pode continuar pode semanas e até meses. A notícia é da Folha de São Paulo.  



MAGISTRADO PRENDE E APROPRIA DE GADO PARA RECEBER DÍVIDA

O Conselho Nacional de Justiça condenou o juiz Marcelo Testa Baldochi, do Tribunal de Justiça do Maranhão, por ter abusado do poder em cobrança de dívida pessoal; a pena aplicado ao magistrado foi de disponibilidade com proventos proporcionais. O relator, conselheiro Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, escreveu no voto: "as provas constituídas nos autos sobre a prisão do devedor, conhecido por "Mineiro", e as apropriação de gado pelo magistrado processado após essa prisão, revelam-se suficientes para afirmar a prática de infração disciplinar pelo magistrado". 



BOLSONARO TEM CORAGEM MORAL PARA PROFERIR E PRATICAR BOBAGENS

O presidente Jair Bolsonaro não gostou e perdeu as estribeiras, como aliás é comum em sua conduta, para escrever no Twitter: "Não poderá investigar nenhum governador, que porventura tenha desviado recursos federais do combate à pandemia. Barroso se omite ao não determinar ao Senado a instalação de processos de impeachment contra ministro do Supremo, mesmo a pedido de mais de 3 milhões de brasileiros. Falta-lhe coragem moral e sobra-lhe militância política". 

O STF, através de comunicado, assegurou que compete aos ministros observar somente a legislação e nada mais. "O Supremo Tribunal Federal reitera que os ministros que compõem a Corte tomam decisões conforme a  Constituição e as leis e que, dentro do estado democrático de direito, questionamentos a elas deve ser feitos nas vias recursais próprias, contribuindo para que o espírito republicano prevalece em nosso país".

Em Nota a Associação dos Juízes Federais diz: "A Ajufe não admite qualquer tentativa de interferência na atuação do Poder Judiciário, que deve se pautar pela Constituição Federal e pelas leis do país. A postura do presidente da República e, portanto, absolutamente incompatível com a independência judicial e com o respeito que deve sempre existir entre os representantes dos poderes de Estado". 

Pois bem. Toda esse aborrecimento de Bolsonaro deve-se à determinação para o presidente do Senado cumprir a Constituição e abrir CPI, de conformidade com manifestação da maioria dos senadores.O presidente da República não tem postura exigida para o cargo e escreve ou pratica bobagens nunca vistas para formalizadas por um chefe de governo no Brasil.

AGAMENON: "CADA UM POR CIRO E DEUS POR TODOS"

Com assinatura do jornalista da Fiocruz, Agamenon Mendes Pedreira, e com o título acima, saiu em O ANTAGONISTA a matéria abaixo:    

"Não sou filho do Bolsonaro mas estou sempre atrás de uma rachadinha, desde que não seja a da Isaura, minha patroa. Aproveitei a brecha que o ministro Kassio Konká do Supremo deu liberando a religião coletiva e me mandei para a Igreja Adventista do Sétimo Dígito. Estava em busca da fé: a fé em descolar algum por fora porque sou um sujeito terrivelmente dinheirista. Infelizmente, acabei sendo barrado. E não foi por estar sem máscara ou qualquer outra medida sanitária. Funcionários armados do templo me impediram de entrar porque não tinha dinheiro pro dízimo. Prometi aos meganhas de Cristo que ia manter uma distância mínima de 2 metros do cofre mas não adiantou nada. 

Abandonado por Deus e pelos homens, resolvi voltar pra casa sem avisar, o que poderia me trazer ainda mais aborrecimentos. Mas o Senhor escreve certo por arados tortos e lá, no meu Dodge Dart 73, enferrujado, meu auto-imóvel, dei de cara com os presidenciáveis de 22. Lá estavam, espremidos dentro da viatura, Tiro Gomes, Luciano Hulk, Sergio Moro, Amoedo, Mandetta e o Doria. Senti falta do Cabo Daciollo e, na lata, perguntei educadamente aos candidatos o que eles estavam fazendo na minha residência sem serem convidados, perturbando a minha vida. Gentilmente, Ciro respondeu que, contra o Bolsonaro em 22, eles buscavam a união. No caso, a União com U e $ maiúsculos. Como não acredito em políticos, mentirosos ou não, fiz questão de afirmar a minha independência de jornalista isento e imparcial. 

 Ao perceber aquela demonstração de civismo e cinismo, Huck ofereceu-se a levar meu carro para o Lata Velha. Doria me ofereceu uma passagem para Miami e uma sessão de bronzeamento artificial.  Amoedo disse que me daria uma placa de porcelanato nas suas lojas Amoedo. Mandetta me prometeu uma dose de vacina usada e o Ciro disse que só podia me dar uma porrada. Fiquei de pensar naquelas ofertas generosas e botei os vagabundos pra fora. 

Que fase! Bolsonarma quer tacar fogo no país e começou pela Amazônia. Seu adversário vai ser o Lula, o candidato do Supremo, que, pelo menos, não vai instaurar o Estado de Sítio. Quer dizer, só se for o Sítio de Atibaia. Parece que nesses 4 anos todos só uma coisa deu certo no Brasil, a pandemia que se mudou pro país, estabeleceu residência e daqui vai exportar pro mundo suas cepas e variantes. Não deixa de ser um consolo, me diz a Isaura, minha patroa. E olha que o consolo dela é Made in China…"