terça-feira, 7 de abril de 2020

RONALDINHO EM PRISÃO DOMICILIAR

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto Assis, foram beneficiados com prisão domiciliar, de conformidade com decisão da Justiça do Paraguai. Eles terão de pagar fiança de US$ 1.6 milhão e ficarão hospedados no hotel Palmaroga, em Assunção, sob custódia policial. Os dois ficaram na prisão por 32 dias numa penitenciária em Assunção, depois que foram flagrados com passaportes falsos. Os promotores continuam com investigação de esquema de evasão de divisas, lavagem de dinheiro e impressão de documentos falsos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário