domingo, 11 de agosto de 2019

PT SOCORRE PRESIDENTE DA OAB

O PT ingressou com petição ao Tribunal de Contas da União para manter o contrato da Petrobrás com o escritório de advocacia do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. O requerimento é assinado pela presidente do PT Gleisi Hoffmann, Paulo Teixeira e Paulo Pimenta, todos petistas do Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul. O único fundamento é de que o rompimento do contrato contém sinais de "retaliação e perseguição política tão somente porque, supostamente, o presidente da OAB teria desagradado a pessoa do presidente da República, numa verdadeira violação aos princípios da moralidade e impessoalidade”. 

Até onde chega o PT: defender a “mamata", concedida pelo PT ao presidente da OAB que tem atuado com muita desenvoltura na entidade dos advogados pela sigla de Lula, sob o argumento de retaliação e perseguição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário