domingo, 11 de agosto de 2019

CNMP GASTA COM PASSAGENS, MAS LONGE DO STF

Além do STF, o Conselho Nacional do Ministério Público gasta muito com passagens aéreas, mas nunca perto do STF, que, em três anos gastou R$ 2.396.324,63; em um ano e meio, a entidade pagou R$ 10.4 milhões só de passagens aéreas para promotores, procuradores e servidores; as passagens destinam-se a fazer correições, participar de cursos, palestras e muitas outras solenidades. Segundo informa o órgão, todas as despesas obedecem a termos de resoluções. Normas do CNMP prevê pagamento de passagens áereas na classe executiva ou até mesmo em primeira classe, em viagens internacionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário