sexta-feira, 9 de agosto de 2019

MAIS UM PROCESSO CONTRA LULA

O juiz Vallisney Oliveira, da 1ª Vara Federal de Brasília, designou o interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para o dia 22 de outubro. O processo trata das irregularidades na compra de caças suecos. Esse interrogatório já sofreu adiamento, marcado para 30/10/2018, porque o desembargador Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, deferiu pedido da defesa, alegando que não foram ouvidas as testemunhas da França e do Reino Unido. O juiz insurge-se contra a pendência do processo, em virtude de testemunhas arroladas pela defesa de pessoas que residem noutros países e que não se mostram interessados em cumprir a diligência.    

Lula responde por tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa na compra de caças Gripen, da Suécia, porque houve vantagens indevidas em troca de assinatura do contrato que resultou na compra de 36 aviões militares. Também são réus o filho de Lula, Luís Cláudio Lula da Silva e os lobistas Mauro Marcondes e Cristina Mautoni.

Nenhum comentário:

Postar um comentário