quinta-feira, 8 de agosto de 2019

INVESTIDA CONTRA LAVA JATO CONTINUA

O Departamento de Justiça da Suiça informou que nunca recebeu pedido oficial por parte do Brasil para investigar ou apurar informações relativas ao ministro Gilmar Mendes, do STF. A resposta vem mostrar a batalha que o site Intercept Brasil direciona contra os procuradores da Lava Jato, em Curitiba. Segundo publicação do Intercept e do jornal El País, o procurador Deltan Dallagnol cogitou de buscar provas contra o ministro na Suiça. O Ministério Público Federal negou a afirmação e agora a Suiça mostra a investida abusiva do Intercept contra os procuradores e contra o ministro da Justiça Sérgio Moro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário